Bem vindo

“A mandala é a FORMA mesma da VIDA, do crescimento a partir de um ponto  nutritivo que proporciona energia ao conjunto.  É a imagem do constante ir e vir entre o interior e o exterior, do movimento vital de todo ser, que oscila entre a expansão e a volta ao centro para encontrar nele a fonte. É a força centrífuga que estimula a criança a explorar seu próprio ‘eu’, e  a força centrípeta, que devolve ao adulto a introspecção.”

Montserrat Vidal

Anúncios

Apresentação

Se alimentar bem, fazer exercícios físicos e viver de maneira saudável. Essa fórmula poderia até parecer um modismo até alguns anos atrás. Mas a realidade é que esse estilo de vida ganha, a cada dia, mais e mais adeptos entre a população brasileira.

Pensando nisso, o Blog Mandala dos Sabores, aproveita para inovar no cenário de alimentação alternativa, trazendo para o público virtual mais que um conceito de viver bem, mas a aliança entre o bom paladar e a saúde, por meio de receitas vegetarianas (testadas) sem leite, sem ovos, sem açúcar e sem glúten, simples e fáceis de fazer. Espero que aproveitem bem, pois foram feitas com muito amor!

É importante dizer aos leitores que o material disponível neste Blog é de minha autoria. Foi construído com pesquisas feitas em fontes seguras e fidedignas e as receitas foram testadas por mim.  Trata-se de um blog sério e ético, que procura disponibilizar informação de especialistas e profissionais com credibilidade de diversas áreas de atuação.

O Blog Mandala dos Sabores nasceu da vontade de compartilhar com o público virtual uma experiência exitosa de cura, por meio da reeducação alimentar. Meu nome é Lucelena Melo, sou vegetariana, nasci em Goiás, terra do pequi, guariroba e jabuticaba. Adoro cozinhar e criar novas receitas – é um momento de puro prazer preparar minha comida! Não gosto de fazer pratos repetidos, sempre adiciono algo novo – o prato tem que ser bem colorido, ter ingredientes frescos e o mais natural possível. Para que também seja nutritivo, é importante saber a função nutricional de cada alimento para o organismo.

Na criação das receitas me inspiro na comida vegetariana e Indiana. Adoro as especiarias indianas como cardamomo, pimenta-do-reino, pimenta dedo de moça, açafrão gengibre, canela, cravo, além de muita erva e cheiro verde – os condimentos ajudam no processo digestivo e aumentam a imunidade do organismo – a comida caseira, goiana (da mamãe) que, aliás, é deliciosa, teve uma grande influência nos meus pratos.

A partir de 2006 (já era vegetariana), meu organismo se manifestou intolerante ao trigo, à lactose e ao açúcar. Segundo o Doutor Geraldo Henrique
Mascarenhas (homeopata/ortomolecular), o trigo provoca gases e inchaço no intestino; a lactose propicia a infecção e artrite; o excesso de açúcar acelera o envelhecimento das células, provoca hipoglicemia e diabetes.  Mas nossa vida é feita de atitudes – ao invés de reclamar que não poderia comer maisteu medicamento tanta coisa deliciosa, por exemplo, o queijo e o pão, e motivada pelo tratamento médico, resolvi criar receitas alternativas e ser feliz. Estou nesse mundo
para ser feliz e nada mais!! Curei-me por meio da reeducação alimentar.  Somos o que comemos – “Faça do seu alimento o seu remédio e do seu remédio, o seu alimento” (Hipócrates).

Motivando a reeducação alimentar

Este novo espaço – Blog Mandala dos Sabores surge para um bate-papo gostoso sobre alimentação alternativa. O que é alimentação alternativa? É uma alimentação rica, nutritiva, saudável, menos gordurosa e de fácil digestão, que mantém o metabolismo em ordem e proporciona maior qualidade de vida ao ser humano. É poder ingerir durante as refeições uma comida rica e equilibrada, ou seja, um prato bastante colorido, com legumes, vegetais, cereais, grãos e frutas, os quais geram carboidrato e proteína na medida certa que o nosso organismo necessita, ajudando a produção ideal de insulina e glicose, além, claro, das ervas utilizadas como temperos e chás que ajudam no processo digestivo.

Enfim, podemos comer de tudo, desde que seja de maneira equilibrada. Ser saudável e ter uma boa saúde só dependem de nós.  Eu quero me manter saudável e jovem, e você? Nunca é tarde para começar algo!

Criando condições para uma saúde com qualidade

Comer de maneira correta e inserir exercícios físicos na sua rotina não só mantém o peso dentro do ideal, como aumenta a qualidade (e os anos) de vida, evitando assim doenças cada vez mais comuns, como câncer, diabetes, hipertensão, artrite e problemas cardíacos.

Sempre é um bom momento para repensar o que comemos e reeducar os hábitos alimentares – nossa alimentação diária deve ser rica, nutritiva e deliciosa ao paladar. Nós, no ocidente, comemos por que achamos gostoso e agradável ao paladar. Esquecemos qual é a verdadeira função do alimento que ingerimos – sua principal função é nutrir o corpo, mente e espírito – nossa refeição tem que ser equilibrada, ou seja, no prato uma refeição básica tem que ter: carboidrato, proteína, vitaminas, minerais, folhas verdes e frutas. Segundo os grandes especialistas, temos que comer a cada três horas. As principais refeições são: café da manhã, almoço e jantar. No intervalo delas (10h, 16h e 21h ) é aconselhável comer uma fruta ou tomar chá. É importante tomar muita água, no mínimo 2 litros por dia – hidrata a pele e cabelo, ajuda o intestino a funcionar melhor e, consequentemente, a emagrecer e manter o peso.

Ative seus neurotransmissores

Dicas para manter os neurotransmissores funcionando de forma equilibrada e contribuindo para sua saúde.

Fonte: desconhecida

Cuscuz marroquino

Prato fácil de fazer, nutritivo, barato e muito saboroso para receber os amigos. Experimente!!!

Ingredientes

  • 250gr de cuscuz marroquino hidratado
  • 1 Abobrinha italiana em cubinho
  • 1 Cenoura em cubinho
  • 1 pimentão vermelho pequeno em cubinho
  • 1 berinjela pequena em cubinho
  • 3 cogumelos Paris em rodela
  • 8 Tomates cereja picado
  • 2 colheres (sopa) de azeitona picada
  • 2 colheres (sopa) de uva passa a gosto
  • Sal, pimenta-do-reino, cheiro verde a gosto

 

Modo de fazer

O preparo do cuscuz: coloque numa vasilha o cuscuz e acrescente água (temperatura ambiente) acima um dedo. Deixe hidratar por 30 minutos . Mexa se não fica duro.

O Preparo do recheio: numa frigideira leve ao os ingredientes com um pouco de azeite, sal, pimenta. Deixe cozinhar ao dente por 3 minutos. Junte ao cuscuz hidratado. Misture bem e acrescenta cheiro verde.  Pode colocar castanha também. Rico em fibra, ferro, cálcio. Bom Proveito!! Humm…tudo de gostoso!!!

 

Receita/foto: Lucelena Melo

Se quiser compartilhar ou publicar, linque diretamente a receita original, mencionando os créditos de criação. Obrigada!!

Pasta de Inhame com castanha de caju

Receita barata, prática, fácil, deliciosa, nutritiva. Experimente!!!

Ingredientes

  • 1 inhame médio cozido e amassado
  • ½ xícara (chá) de castanha de caju hidratada por 4 horas
  • 1 colher (sobremesa) de azeite de oliva
  • Suco de 1 limão
  • 1 pitada de açafrão
  • 1 pitada de noz-moscada ralada
  • Sal, pimenta-do-reino a gosto

 

Modo de fazer

Coloque todos os ingredientes no liquidificar e deixe bater até ficar a massa cremosa e consistente. Se precisar coloque um pouquinho de água. Sirva-se! Rica em ferro, selênio, fibras. Bon appétit!! Hummm…tudo de gostoso!!!

 

Receita/foto: Lucelena Melo

Se quiser compartilhar ou publicar, linque diretamente a receita original, mencionando os créditos de criação. Obrigada!!

 

Stress: combate com uma boa alimentação

Dica de alimentos que ajuda a combater o stress!

Fonte: @patriciadavidson.nutri

Orégano: auxilia o sistema imunológico

Dicas de como o orégano pode auxiliar na prevenção de sua saúde.

Insira na alimentação diária!!

Fonte: Fonte: #drbarakat – receitas- fiit

Beber água

Água é o elixir da vida!!!

Ajuda no auxílio  de combate à infecções, a imunidade e a limpar o organismo.

A OMS recomenda tomar 2 litros por dia.

Fonte: desconhecida

Granola caseira

Faça sua granola e garanta uma alimentação saudável e rica em nutrientes.

Ingredientes:

  • 150g de flocos de milho
  • 100g de flocos de arroz
  • 1/2 xícara (chá) de goji berry
  • 1/2 xícara (chá) de cramberry ou uva passa
  • 1/2 xícara (chá) de semente de girassol
  • 1/2 xícara (chá) de semente de abóbora
  • 1/2 xícara (chá) de castanha de caju
  • 1/2 xícara (chá) de chips de coco
  • 1/2 xícara (chá) de semente de gergelim
  • 1/2 xícara (chá) de semente de chia

Modo de preparo

Primeiro prepara numa frigideira, sem óleo, o gergelim, a chia, a semente de girassol, a semente de abóbora. Deixe tostar por 2 minutos, sempre mexendo.

Depois junte ao outros ingredientes e mexa bem. Guarde num vidro bem tampado, fora da geladeira.  Sirva no café da manhã, no lanche da tarde ou à noite com iogurte vegano, leite vegetal ou pura. Bom proveito! Humm…tudo de gostoso!!

 

Receita/foto: Lucelena Melo

Se quiser compartilhar ou publicar, linque diretamente a receita original, mencionando os créditos de criação. Obrigada!!