Bem vindo

“A mandala é a FORMA mesma da VIDA, do crescimento a partir de um ponto  nutritivo que proporciona energia ao conjunto.  É a imagem do constante ir e vir entre o interior e o exterior, do movimento vital de todo ser, que oscila entre a expansão e a volta ao centro para encontrar nele a fonte. É a força centrífuga que estimula a criança a explorar seu próprio ‘eu’, e  a força centrípeta, que devolve ao adulto a introspecção.”

Montserrat Vidal

Anúncios

Apresentação

Se alimentar bem, fazer exercícios físicos e viver de maneira saudável. Essa fórmula poderia até parecer um modismo até alguns anos atrás. Mas a realidade é que esse estilo de vida ganha, a cada dia, mais e mais adeptos entre a população brasileira.

Pensando nisso, o Blog Mandala dos Sabores, aproveita para inovar no cenário de alimentação alternativa, trazendo para o público virtual mais que um conceito de viver bem, mas a aliança entre o bom paladar e a saúde, por meio de receitas vegetarianas (testadas) sem leite, sem ovos, sem açúcar e sem glúten, simples e fáceis de fazer. Espero que aproveitem bem, pois foram feitas com muito amor!

É importante dizer aos leitores que o material disponível neste Blog é de minha autoria. Foi construído com pesquisas feitas em fontes seguras e fidedignas e as receitas foram testadas por mim.  Trata-se de um blog sério e ético, que procura disponibilizar informação de especialistas e profissionais com credibilidade de diversas áreas de atuação.

O Blog Mandala dos Sabores nasceu da vontade de compartilhar com o público virtual uma experiência exitosa de cura, por meio da reeducação alimentar. Meu nome é Lucelena Melo, sou vegetariana, nasci em Goiás, terra do pequi, guariroba e jabuticaba. Adoro cozinhar e criar novas receitas – é um momento de puro prazer preparar minha comida! Não gosto de fazer pratos repetidos, sempre adiciono algo novo – o prato tem que ser bem colorido, ter ingredientes frescos e o mais natural possível. Para que também seja nutritivo, é importante saber a função nutricional de cada alimento para o organismo.

Na criação das receitas me inspiro na comida vegetariana e Indiana. Adoro as especiarias indianas como cardamomo, pimenta-do-reino, pimenta dedo de moça, açafrão gengibre, canela, cravo, além de muita erva e cheiro verde – os condimentos ajudam no processo digestivo e aumentam a imunidade do organismo – a comida caseira, goiana (da mamãe) que, aliás, é deliciosa, teve uma grande influência nos meus pratos.

A partir de 2006 (já era vegetariana), meu organismo se manifestou intolerante ao trigo, à lactose e ao açúcar. Segundo o Doutor Geraldo Henrique
Mascarenhas (homeopata/ortomolecular), o trigo provoca gases e inchaço no intestino; a lactose propicia a infecção e artrite; o excesso de açúcar acelera o envelhecimento das células, provoca hipoglicemia e diabetes.  Mas nossa vida é feita de atitudes – ao invés de reclamar que não poderia comer maisteu medicamento tanta coisa deliciosa, por exemplo, o queijo e o pão, e motivada pelo tratamento médico, resolvi criar receitas alternativas e ser feliz. Estou nesse mundo
para ser feliz e nada mais!! Curei-me por meio da reeducação alimentar.  Somos o que comemos – “Faça do seu alimento o seu remédio e do seu remédio, o seu alimento” (Hipócrates).

Motivando a reeducação alimentar

Este novo espaço – Blog Mandala dos Sabores surge para um bate-papo gostoso sobre alimentação alternativa. O que é alimentação alternativa? É uma alimentação rica, nutritiva, saudável, menos gordurosa e de fácil digestão, que mantém o metabolismo em ordem e proporciona maior qualidade de vida ao ser humano. É poder ingerir durante as refeições uma comida rica e equilibrada, ou seja, um prato bastante colorido, com legumes, vegetais, cereais, grãos e frutas, os quais geram carboidrato e proteína na medida certa que o nosso organismo necessita, ajudando a produção ideal de insulina e glicose, além, claro, das ervas utilizadas como temperos e chás que ajudam no processo digestivo.

Enfim, podemos comer de tudo, desde que seja de maneira equilibrada. Ser saudável e ter uma boa saúde só dependem de nós.  Eu quero me manter saudável e jovem, e você? Nunca é tarde para começar algo!

Criando condições para uma saúde com qualidade

Comer de maneira correta e inserir exercícios físicos na sua rotina não só mantém o peso dentro do ideal, como aumenta a qualidade (e os anos) de vida, evitando assim doenças cada vez mais comuns, como câncer, diabetes, hipertensão, artrite e problemas cardíacos.

Sempre é um bom momento para repensar o que comemos e reeducar os hábitos alimentares – nossa alimentação diária deve ser rica, nutritiva e deliciosa ao paladar. Nós, no ocidente, comemos por que achamos gostoso e agradável ao paladar. Esquecemos qual é a verdadeira função do alimento que ingerimos – sua principal função é nutrir o corpo, mente e espírito – nossa refeição tem que ser equilibrada, ou seja, no prato uma refeição básica tem que ter: carboidrato, proteína, vitaminas, minerais, folhas verdes e frutas. Segundo os grandes especialistas, temos que comer a cada três horas. As principais refeições são: café da manhã, almoço e jantar. No intervalo delas (10h, 16h e 21h ) é aconselhável comer uma fruta ou tomar chá. É importante tomar muita água, no mínimo 2 litros por dia – hidrata a pele e cabelo, ajuda o intestino a funcionar melhor e, consequentemente, a emagrecer e manter o peso.

Macarrão vegano ao shitaki

Ingredientes

  • 100 gr de macarrão vegano
  • 50 gr de shitake
  • 1 colher (sopa) de azeitona picada
  • 6 tomates cereja
  • 1 colher (sopa) de levedura sabor chesee
  • azeite, sal marinho, pimenta-do-reino, alecrim a gosto

 

Modo de fazer

Coloque o macarrão pra cozinhar.

Prepare o molho: numa panela coloque o azeite, o shitaki, o tomate, azeitona e os temperos. Deixe cozinhar por 3 minutos. Em seguida acrescente o macarrão. Coloque no prato e jogue por cima a levedura. Bon appetit!!! Hummm…tudo de gostoso!!!

 

Receita/foto: Lucelena Melo

Se quiser compartilhar ou publicar, linque diretamente a receita original, mencionando os créditos de criação. Obrigada!!

 

Sorbet vegano de banana

Sorbet caseiro fácil de fazer. Experimente!!

Ingredientes

  • 2 bananas nanicas congeladas
  • 1/2 xícara (chá) de coco de leite
  • 1 colher (sopa) de cacau em pó
  • 1 colher (café) de canela em pó
  • 1 colher (café) de essência de baunilha
  • 1 colher (sopa) de xerém de caju

 

Modo de fazer

No liquidificar coloque todos os ingredientes e bata até ficar homogêneo (cuidado para não bater depois). Coloque numa taça, jogue xerém por cima e sirva. Pode usar a banana como base e colocar outras frutas. Hummm…tudo de gostoso!

 

Receita/foto: Lucelena Melo

Se quiser compartilhar ou publicar, linque diretamente a receita original, mencionando os créditos de criação. Obrigada!!

Maçã temperada

Inove elaborando pratos saudáveis e nutritivos. Frutas temperadas é tudo de gosto para acompanhar um bom vinho!

Ingredientes

  • 1 maça picada
  • manjericão fresco, sal e azeite de oliva a gosto

Modo de fazer

Lave a maça. Corte em pedaços. Coloque sal, manjericão e azeite. Pronta para servir como entrada, aperitivo. Hummm… tudo de gostoso.

Receita/foto: Lucelena Melo

Se quiser compartilhar ou publicar, linque diretamente a receita original, mencionando os créditos de criação. Obrigada!!

Pão sem glúten

Ingredientes

  • 1 xícara (chá)  farinha de grão de bico (farinha de trigo sarraceno)
  • 2 colheres (sopa) farinha de banana verde (ou farelo de aveia)
  • ½ xícara (chá) flocos de quinoa ou amaranto
  • 2 colheres (sopa)  farinha de linhaça
  • 1 colher (sopa)  polvilho doce
  • 1 colher (sopa)  pslyllium
  • 1 colher (sopa) chia
  • 1 xícara de  água
  • 1 colher (chá) óleo de coco
  • 1 colher (café) de sal
  • 1 colher (sopa)  de fermento em pó
  • 1 colher de chá de vinagre de maçã


Modo de fazer

Misture tudo com as mãos. A massa deve ficar bem úmida, mas até o ponto de conseguir modelar. Coloque mais água se necessário.
Depois acrescente o fermento e em cima dele acrescente o vinagre de maçã. Deixo reagir e misture novamente. Coloque na forma. Espere 15 minutos e leve ao forno a 180 graus por cerca de 50 minutos.
O pão continua assando até esfriar. Então espere esfriar pra cortar. Hummm…tudo de gostoso!!!

 

Receita/foto: Lucelena Melo

Se quiser compartilhar ou publicar, linque diretamente a receita original, mencionando os créditos de criação. Obrigada!!

Bolinho de aipim

Ingredientes

  • 1 xícara (chá) de mandioca cozida e amassada
  • 2 colheres (sopa) de flocos de amaranto
  • 1 colher (sopa) de semente de chia
  • 1 colher (sopa) de semente de gergelim sem casaca
  • Cheiro verde a vontade (salsa e cebolinha)
  • 1 pitada de açafrão
  • Sal marinho, pimenta-do-reino, alecrim seco, azeite a gosto

Modo de fazer

Numa bacia coloque todos os ingredientes e mistura bem até a massa ficar homogênea. Depois faça os bolinha e leve ao forno quente a 180º por cerca de 20 a 30 minutos. Bon appétit!!! Humm…tudo de gostoso!!

OBS.: eu assei na airfryer  a 180º , 20 minutos.

 

Receita/foto: Lucelena Melo

Se quiser compartilhar ou publicar, linque diretamente a receita original, mencionando os créditos de criação. Obrigada!!

Palitos de ervas

Palitos de ervas sem glúten, sem leite perfeito para  servir em todas as ocasiões: aperitivo, café, lanche.

Ingredientes

  • 1 xícara (chá) de polvilho doce
  • 1/2 xícara (chá) de farinha de arroz integral
  • 2 colheres (sopa) de azeite de oliva
  • 200 ml de leite de guinoa
  • Sal flor do himalaia a gosto
  • Ervas de provance, alecrim, orégano e gergelim

palito de ervas 1

Modo de fazer

Numa bacia coloque todos os ingredientes e amasse até ficar uma mistura homogênea e ao ponto para enrolar. se precisar acrescente mais leite. Separe a massa em 4 partes. Em cada parte acrescente uma erva: o orégano, enrole e coloque na forma. Faça o mesmo com os restante acrescentando os outros ingredientes o gergelim, a erva de provance e o alecrim). Leve ao forno quente 180ºC  por cerca de 20 minutos.  Leve, crocante e fácil de fazer. Hmmm. tudo de gostoso!!!

Receita/foto: Lucelena Melo

 

Se quiser compartilhar ou publicar, linque diretamente a receita original, mencionando os créditos de criação. Obrigada!!

Chips de coco

Chips de coco: crocante, rico em fibras e fácil de fazer. Combina com tudo!!!

Ingredientes

  • 1 coco seco
  • Sal rosa do himalaia

Modo de fazer

Tire a casca marrom da castanha. Rale em fina tira. Coloque em uma forma e polvilhe sal por cima. Leve ao forno quente a 120 graus por cerca de 20 minutos. Mexa  para dourar igual.  Outra opção rápida é usar a airfryer (fiz na airfryer). Sirva como aperitivo, na salada, em sopas, no lanche. Humm…tudo de gostoso!

Foto/receita: Lucelena Melo

 Se quiser compartilhar ou publicar, linke diretamente a receita original, mencionando os créditos de criação. Obrigada!!